Laboratórios Multiusuários

O Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos sedia alguns Laboratórios com equipamentos de médio e grande porte que servem a pesquisadores que utilizem abordagens experimentais para investigação de diversos aspectos da biologia celular, ultraestrutura ou biologia molecular. Esses laboratórios são denominados Laboratórios Multiusuários, pois estão abertos à comunidade de pesquisadores que desenvolvam essas abordagens transpondo as barreiras do Departamento. Os equipamentos que dispomos foram concedidos por agências de fomento à pesquisa a docentes do Departamento que exerceram a função de Coordenadores de Projetos Temáticos ou Multiusuários.

Laboratório Multiusuário de Histotécnica (LMH)

O Laboratório Multiusuário de Histotécnica (LMH) localizado no Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos está equipado para fornecer aos usuários o processamento histológico de diferentes amostras biológicas. O LMH está equipado com criostatos e micrótomos para realizar cortes de espécimes congelados ou incluídos em parafina. No LMH podem ser realizados diferentes tipos de fixações, bem como, colorações de rotina, colorações especiais e técnicas de imunomarcação. O laboratório conta com uma técnica especializada que realiza o processamento de amostras, manuseio dos equipamentos e treinamento de usuários.

Laboratório Multiusuário Microscopia Confocal (LMMC)

O Laboratório Multiusuário de Microscopia Confocal (LMMC) situado em nosso Departamento, teve sua formação e constituição propiciada pelo Projeto Multiusuários 2 da FAPESP com a participação das várias unidades do campus. O LMMC conta atualmente com dois microscópios confocais Leica TCS SP5 e SP2, um técnico especializado de nível superior e salas apropriadas. Alem dos microscopios confocais o LMMC conta tambem com dois microscopios de fluorescencia, o DMI 6000 B da Leica (FAPESP Proj. 11/51630-7) e o BioStation da Nikon (INFRA-USP) para experimentos longos com celulas vivas (incubadora de CO2, controle de temperatura, z-scan). É um laboratório para a aquisição de imagens de alta resolução por microscopia de fluorescência, tanto para células fixadas e marcadas com sondas fluorescentes, quanto para células vivas contendo indicadores funcionais e/ou moléculas conjugadas com GFP e derivados. A qualidade de dados obtidos pelo LMMC está nos padrões exigidos pelas melhores revistas especializadas nas áreas biomédicas. O LMMC oferece treinamento na utilização dos microscópios e apoio teórico e prático para os mais de 100 usuários atualmente cadastrados.

Laboratório Multiusuário de Imagem Biofotônica (IVIS SPECTRUM)

O Laboratório Multiusuário de Imagem Biofotônica tem como objetivo fornecer infraestrutura para a aquisição de imagens in vivo que permitam uma visualização não invasiva para a observação da progressão de doenças, rastreamento celular e padrões na expressão genica em tempo real. O equipamento IVIS SPECTRUM possui altíssima sensibilidade para a aquisição e quantificação de sinais de fluorescência e luminescência gerados no interior de animais vivos, permitindo mapear o sinal luminoso no organismo, localizando-o em órgãos e regiões anatômicas definidas.O laboratório encontra-se no Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

Laboratório Multiusuário de Microscopia Eletrônica (LMME)

O Laboratório Multiusuário de Microscopia Eletrônica tem caráter multiusuário atendendo várias unidades do campus e Instituições da região. O laboratório possui 2 microscópios eletrônicos de transmissão, um microscópio eletrônico de varredura e aparelhos necessários para realizar a pré-microscopia. O laboratório conta com três técnicos especializados que atuam no processamento das amostras, manuseio dos equipamentos, aquisição e processamento de imagens e que também oferecem treinamento aos usuários. A microscopia eletrônica de transmissão permite a análise de cortes de tecidos e a identificação de estruturas sub-celulares pelo uso de marcadores e traçadores. A microscopia eletrônica de varredura permite o estudo detalhado das superfícies celulares. A microscopia eletrônica de transmissão e a microscopia eletrônica de varredura também são utilizadas na análise de materiais aplicados à industria e biotecnologia. Atualmente estão registrados no laboratório cerca de 50 projetos que envolvem a investigação de espécimes biológicos e de materiais nas áreas básicas e aplicadas da pesquisa biomédica.

O nosso site se encontra em manutenção. Para o agendamento, favor contactar:

José Augusto Maulim
E-mail: jamaulim@fmrp.usp.br
Telefone: (16)3315-3115

Maria Dolores
E-mail: tucaferre@gmail.com
Telefone: (16)3315-3345

Laboratório Multiusuário de Biologia Molecular (LMBM)

Esse laboratório alberga equipamentos de grande e médio porte que servem a propósitos diversos como quantificação de expressão gênica, amplificação e seqüenciamento de DNA, fracionamentos e separações diversas por centrifugação e ultra-centrifugação ou quantificação de radionuclídeos em amostras biológicas. O laboratório tem atualmente um equipamento para PCR em Tempo Real (ABI7500), uma centrífuga refrigerada (Avanti J25), uma ultra-centrífuga (Optima XL-100K), um termociclador (ABI-PCR Systems 9700) e um quantificador de radionuclídeos (LS1801). Cerca de 25 grupos de pesquisa de nosso Campus e eventualmente outros de fora da Universidade utilizam esses equipamentos.

Laboratório Multiusuário de Microscopia Multifoton (LMMM)

O Laboratório Multiusuário de Microscopia Multifoton faz parte do Centro de Imagem Celular e Tecidual do Departamento de Biologia Celular e Molecular e de Bioagentes Patogênicos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. A Microscopia Multifoton é uma técnica de microscopia óptica não linear que utiliza uma fonte de iluminação próxima do infravermelho pulsada a fentosegundos. A Microscopia Multifoton pode ser usada para imagens de fluorescência (autofluorescência de tecidos, células expressando proteínas fluorescentes, ou com agentes de contraste exógenos), e para imagens utilizando um fenômeno de alta ordem de espalhamento conhecido como Second Harmonic Generation (SHG, gerados pela orientação não simétrica de componentes do tecido, como colágeno e microtúbulos orientados).

Laboratorio Multiusuario de Microscopia de Microdissecçao a Laser

O Laboratorio Multiusuario de Microscopia de Microdissecçao a Laser disponibiliza o Microdissector Leica LMD6500 que torna possível distinguir e isolar células , áreas e tecidos de interesse. Neste sistema é possível através da visualização por um microscópio selecionar áreas de interesse, que são excisadas por um laser, e coletadas por gravidade para analise. Este processo na altera ou danifica a morfologia ou composição da amostra coletada, nem das áreas ao redor. A amostra coletada pode ser encaminhada para inúmeras analises, como PCR, PCR em tempo real, nova cultura celular, FISH, etc…

Laboratório Multiusuário de Microscopia In Vivo (LMIV)

O Laboratório Multiusuário de Microscopia In Vivo, coordenado pelo Prof. Dr. Luis Lamberti Pinto da Silva, faz parte do Centro de Imagem Celular e Tecidual do Departamento de Biologia Celular e Molecular e de Bioagentes Patogênicos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Neste laboratório encontra-se o sistema Biostation Nikon IMQ, instrumento capaz de produzir imagens em vários comprimentos de onda, em vários pontos, e em diferentes planos z. Possui um sistema de incubação eficiente e estável com controle de temperatura, umidificação e co2 desenvolvido para experimentos in vivo longos (várias horas ou dias). Este microscópio possui também um sistema manual para aplicação de drogas. São possíveis aquisições de 2 canais de fluorescência e um de fase simultaneamente.

Laboratório Multiusuário de Escaneamento de Lâminas (LMEL)

O Laboratório Multiusuário de Escaneamento de Lâminas faz parte do Centro de Imagem Celular e Tecidual do Departamento de Biologia Celular e Molecular e de Bioagentes Patogênicos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, coordenado pelo Prof. Dr. Eurico Arruda, com apoio técnico do especialista José Augusto Maulim. Esse laboratório possui o sistema VS120 da Olympus em um microscópio BX 61, ideal para o rápido escaneamento de lâminas, capturando imagens de alta resolução de campo claro e também de fluorescência em células e tecidos. O microscópio possui as objetivas 2x, 10x, 20x, 40x, e 100x Olympus UPLSAPO. O sistema é todo motorizado e possibilita a varredura de células a espécimes grandes, montando imagens com rapidez e precisão. Possui também uma câmara colorida para imagens de campo claro, excelente para histologia, câmara para fluorescência com 4 canais (Dapi, FITC, TRITC, e Cy5 ). Após a aquisição das imagens, estas podem ser processadas e analisadas em um computador com programas apropriados (Olympus CellSens dimensio e Fiji) disponível no laboratório.

 

Equipamentos Multiusuários

Equipamento Multiusuario SpectraMax i3 MiniMax Imaging Cytometer

O equipamento SpectraMax i3 MiniMax Imaging Cytometer possibilita a realização de técnicas referentes leitura de absorbância, fluorescência, luminescência e detecção de imagens de células aderidas. Trata-se de um equipamento multiusuário e está disponível para pesquisadores da FMRP/USP, de outras Unidades do Campus e de instituições externas.

Equipamento Multiusuário Odyssey CLx

O Odyssey CLx é um scanner de ensaios imunológicos de alvos marcados com fluoróforos excitados no Near Infra-Red (700 e 800nm). Otimizado para ensaios que utilizam quimioluminescência. O equipamento possui uma plataforma flexível permitindo a utilização de placas, géis e membranas. Dentre as aplicações possíveis, encontram-se imuno-ensaios que permitem a aquisição e análise quantitativa da fluorescência adquirida.